Adeus ano velho. Feliz ano novo.

Meus queridos amigos.

Em meio as surpresas e desespero das provas, não consegui dizer as palavras guardadas na forma do meu quindim, vulgo coração.

Durante um semestre, venho ajudando a atrapalhar vocês em seus estudos e provas.

Foi um período muito divertido para nós, e esperamos que tenha sido para vocês também.

As palavras me faltam neste momento de tanta emoção, espero que em seus corações, eu tenha deixado meu açúcar.

E nos seus cérebros, que seja encontrado o fermento para seu crescimento mental.

Jpeg

Com muito amor,

Do seu amigo de todas as horas,

Quindim. (Ou Larissa, Thaise e Tiago)

Pernil de Cordeiro Assado

Ingredientes

Serve: 4
  • 2 kg de pernil de cordeiro desossado, amarrado com barbante de cozinha.
  • 1 colher (sopa) de pimenta-do-reino moída na hora.
  • 1 colher (chá) de sal.
  • 5 dentes de alho fatiados.
  • 2 ramos de alecrim fresco.
  • 400 g de molho de tomate.

Modo de preparo

Prep: 30 min | Cozimento: 1 hora

1.
Preaqueça o forno a 190ºC.
2.
Esfregue o pernil de cordeiro todo com sal e pimenta. Use uma faca pequena para fazer furos na carne. Pressione uma lasca de alho em cada furo de modo que eles fiquem cerca de um centímetro abaixo da superfície.
3.
Coloque o cordeiro em uma assadeira. Você pode remover as folhas de alecrim do talo e esfregar no cordeiro de todos os lados, ou você pode simplesmente prender os raminhos de alecrim no barbante que amarra a carne. Despeje o molho de tomate sobre o cordeiro.
4.
Asse por 45 minutos no forno preaquecido, em seguida, abaixe a temperatura para 160ºC e continue a assar até que a temperatura interna da carne seja de pelo menos 70ºC, cerca de 15 minutos. Se você quiser a carne bem passada, espere até que a temperatura interna chegar a 75ºC.
Fica a dica para a próxima ceia.

Exercícios de máscara de sub-rede

Atividades para esta semana: segmentar as redes abaixo de acordo com as sub-redes propostas.

  • 192.168.10.0/24 nas sub-redes com 20, 40, 40 e 4 computadores.
  • 172.16.0.0/16 nas sub-redes com 10, 45, 50, 100 e 200 computadores.
  • 201.34.1.64/26 nas sub-redes com 10, 10 e 20 computadores.
  • 10.0.0.0/20 nas sub-redes com 200, 150 e 300 computadores.

Para cada questão, identificar as sub-redes com seus endereços de sub-rede (mínimo) e broadcast (máximo). Também deve-se endereçar os computadores e interfaces do roteador L, que nos exercícios acima é sempre o único roteador do cenário que conecta todas as sub-redes – como nas atividades em aula.

Achou pouco? 🙂 (clica que vale a pena, sério…)

Saudades de HTML

Mate as saudades calculando IP, óbvio. Neste site, o teu endereço IP é convertido para a escala RGB (com adição de um tempero a mais):

Pretty IP
Pretty IP

Isso porque estamos falando de octetos, certo?

E aí, já leu o capítulo de Redes do livro?

Não estou dizendo, naturalmente, que não possamos desfocar, um pouco, de vez em quando…

Exercícios, ainda que tardios

Eu sei, eu sei… Sexta-feira, sem falta!, estariam lá no blog os exercícios… Mas iniciemos de uma vez os trabalhos.

Para cada endereço IPv4 abaixo, informe:

  1. A classe (A, B ou C).
  2. Qual o primeiro endereço da rede.
  3. Qual o último endereço da rede.

Segue a lista de endereços:

  • 10.34.21.67
  • 145.65.38.152
  • 90.42.67.81
  • 201.38.43.94
  • 34.99.112.248
  • 220.45.4.129
  • 192.168.45.199
  • 18.144.245.12

Na verdade, pode inventar qualquer número entre 0 e 255 para cada byte – exceto o primeiro que, por tratarmos ainda de classes A a C, deve estar entre 0 a 223.